Hortaliças e legumes sobem menos e inflação pelo IPC-S desacelera

Alta nos preço de alimentos recuou de 12,23% para 3,75%.
Da 2ª para a 3ª semana do mês, indicador passou de 1,42% para 1,10%.

Aa alta de preços de hortaliças e legumes perdeu força na terceira prévia de fevereiro e puxou para baixo a variação da inflação medida pelo Índice de Preçoa so Consumidor – Semanal (IPC-S). Da segunda para a terceira semana, o indicador passou de 1,42% para 1,10%.

Feira tem preço único para frutas e verduras - R$ 1,79 o quilo  (Foto: Cesar Brustolin/SMCS )

hortaliças e legumes sobem menos de uma semana para a outra (Foto: Cesar Brustolin/SMCS )

Nesta semana, das oito classes de despesa usadas no cálculo do índice, seis registraram desaceleração decréscimo, com a maior contribuição partindo do grupo alimentação (de 1,94% para 1,40%).

Também mostraram taxas menores: educação, leitura e recreação (de 2,57% para 1,50%),
habitação (de 0,97% para 0,78%), transportes (de 1,91% para 1,60%), comunicação (de 0,57% para 0,52%) e despesas diversas (de 1,51% para 1,27%).

Na contramão, ficaram maiores as variações de saúde e cuidados pessoais (de 0,66% para 0,75%) e vestuário (de 0,08% para 0,19%).

Veja a variação de preços de algun itens:
Hortaliças e legumes (de 12,23% para 3,75%).
Cursos formais (de 4,29% para 2,12%)
Tarifa de eletricidade residencial (de 0,27% para -0,90%)
Tarifa de ônibus urbano (de 4,84% para 3,13%)
Mensalidade para TV por assinatura (de 1,54% para 0,96%)
Clínica veterinária (de 1,72% para 1,01%)
Artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,44% para 1,13%)
Calçados (de 0,28% para 0,48%).

Do G1, em São Paulo

Fonte : Globo