.........

Governo do MT se preocupa com dívida rural

.........

Os bancos privados e públicos financiadores do setor agrícola de Mato Grosso serão convidados nesta semana para uma reunião com o governo do Estado sobre a dívida dos produtores rurais. O governador Silval Barbosa (PMDB) quer buscar uma solução para o endividamento de R$ 2 bilhões do setor.

O secretário-chefe da Casa Civil, Éder Moraes, alerta para a gravidade do endividamento do setor. “Os produtores estão assolados por uma dívida impagável que vem sendo arrolada desde 2004, oriunda de frustração de safra e crise cambial. Hoje isso está absolutamente fora da realidade econômico-financeiro do setor”, explicou o secretário, que foi designado pelo governador para fazer a interlocução com o segmento do agronegócio para buscar soluções.

Em reunião realizada esta semana em Brasília com o diretor-presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, o governador e o secretário detalharam a situação dos agricultores e conseguiram a garantia de que será formada uma comissão com técnicos do ministério, do BNDES, bancos, governo e representantes dos produtores para realizarem uma análise da quantidade de agricultores endividados, montante devido e outras informações necessárias para procurar uma forma de resolver o problema. “Talvez seja um bom começo”, analisa Éder Moraes.

O secretário explica que essa crise foi potencializada pela falta de interesse dos bancos privados ou bancos de montadoras em resolver o problema. Isso porque a demanda é muito setorizada em Mato Grosso e atinge cerca de 40% da classe produtora, em sua grande maioria pequenos e médios. “O mercado financeiro faz vistas grossas e na verdade parece não ter se atentado para o efeito cascata ou contaminação do setor financeiro bancário do país”, explicou Éder.

Diário de Cuiabá