.........

Governador eleito se reúne com integrantes da Fetag-RS nesta quarta-feira para ouvir reivindicações

.........

Depois de ouvir as sugestões da diretoria da Federação da Agricultura do Estado (Farsul), o governador eleito José Ivo Sartori se sentará nesta quarta-feira à mesa para um café da manhã com representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS), na sede da entidade, na Capital.

A iniciativa do encontro foi de Sartori, que durante as eleições já havia recebido a pauta com as reivindicações da produção familiar. O peemedebista irá acompanhado do vice, José Paulo Cairoli (PSD).

Neste momento, a dúvida mais recorrente talvez seja a de qual é a estrutura pensada para tratar do setor no próximo governo.

Atualmente, duas pastas se dedicam à produção primária: a da Agricultura e a do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo. A manutenção das duas secretarias é defendida pela Fetag.

– São prioridades diferentes, embora atuem no mesmo campo. São estruturas que não precisam concorrer, podem e devem conversar – avalia Elton Weber, presidente da Fetag-RS.

É pouco provável que Sartori abra, no encontro, a decisão sobre unir ou não as duas pastas. O recado pela manutenção, no entanto, será reafirmado.

Também serão expostos os obstáculos enfrentados pelo agricultor familiar. São gargalos como o da infraestrutura, que prejudicam e limitam as atividades do setor. Um exemplo são as falhas e a má qualidade da energia elétrica que chega ao meio rural.

Assistência técnica e questões referentes à legislação – leia-se impacto das demarcações de terra no Estado – são outros assuntos para a mesa desse café da manhã, certamente farta de produtos da agricultura familiar, que responde pela produção de 70% dos alimentos no país.

Fonte: Zero Hora

25/11/2014 | 21h20