.........

Geada pode ter causado prejuízos a lavouras de trigo no RS

.........

Impacto na produção pode ser quantitativo ou qualitativo, depende da fase de desenvolvimento do cereal

por Agência Estado

Editora Globo

Segundo a Embrapa, a produção total do Rio Grande do Sul deve cair, mas ainda não é possível saber o quanto

As geadas em áreas produtoras de grãos do Rio Grande do Sul nesta semana podem ter prejudicado lavouras de trigo, reduzindo seu potencial produtivo. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (27/9) pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Passo Fundo.

A avaliação de possíveis perdas ainda será feita. No entanto, segundo Eduardo Caierão, pesquisador e melhorista de trigo da Embrapa, o impacto não deve ser generalizado e dependerá da fase de desenvolvimento do trigo. Ele explica que as lavouras em fase de enchimento de grão devem ter prejuízos qualitativos, com mais impacto nas lavouras localizadas em áreas de baixada, onde a geada costuma ser mais intensa.

No caso das plantações ainda na fase de espigamento, na região que abrange Passo Fundo em direção a Vacaria, oprejuízo pode ser quantitativo, porque a geada intensa impede a formação de parte dos grãos. "Quando há temperaturas muito baixas ou muito altas, a flor morre e não forma o grão", diz.
A avaliação do pesquisador é de que o clima adverso pode fazer com que a produção total do Estado caia, se comparada à safra passada. A estimativa divulgada pela Emater no começo de setembro, já indicava uma redução de 7,2%, para 2,5 milhões de toneladas, – ante 2,7 milhões de hectares em 2011. Isso, apesar da ampliação da área plantada, que cresceu de 6,5%, para 993,1 mil hectares. "A redução deve ser maior, mas ainda não é possível saber de quanto". Ele complementa que essa projeção deve refletir uma perspectiva de condições climáticas não tão favoráveis como nas safras passadas.

Fonte: Globo Rural