Funcafé tem juros reduzidos e alterações nas regras de armazenamento

Resolução publicada no Diário Oficial da União traz mudanças em relação ao armazenamento das sacas depositadas como garantia para os financiamentos de estocagem

Divulgação

Foto: Divulgação / clicRBS

Novas regras do Funcafé foram publicadas nesta segunda

As taxas de juros das operações com recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) foram reduzidas de 6,75% para 5,5% ao ano para os contratos feitos a partir de 30 de junho. Os financiamentos realizados anteriormente a esta data continuam com encargo financeiro de 6,75% ao ano. A determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN) foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda, dia 2.

O texto da resolução do CMN traz mudanças em relação ao armazenamento das sacas depositadas como garantia para os financiamentos de estocagem. A partir de agora, não existe mais a obrigatoriedade de estrados de madeira nos armazéns credenciados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

– As medidas vêm ao encontro do que está acontecendo com a economia brasileira e significa uma vitória de todo o sistema produtivo brasileiro – afirma o diretor do Departamento do Café, da Secretaria de Produção e Agroenergia do Mapa, Edilson Alcântara.

Resolução Bacen Nº 4.099 sobre o Funcafé

View more documents from RuralBR .

Diário Oficial da União – alteração nas normas do Funcafé

View more documents from RuralBR .

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

Fonte: Ruralbr