.........

FORÇA DO CAMPO | Clima da safra ainda é dúvida

.........

É cedo para prever como a tempo vai se comportar durante a próxima safra de verão. A tendência atual é para um período de neutralidade, sem influência dos fenômenos El Niño e La Niña, o que dificulta uma previsão mais precisa dos meteorologistas para o cultivo das culturas de soja, milho e arroz, principais produtos das lavouras gaúchas.
Apesar das duas últimas grandes estiagens da década terem ocorrido sob influência dos fenômenos – El Niño, em 2005, e La Niña, em 2012 –, a previsão de neutralidade não é garantia de sucesso no campo. Até outubro, os prognósticos apontam chuva próxima da média histórica e bem distribuída.
– Dizer que não terá influência de El Niño e La Niña não quer dizer um período normal. Muitas quebras de safra ocorreram em épocas de neutralidade – afirma o coordenador do 8º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Solismar Prestes.
Sem resfriamento ou aquecimento das águas do Oceano Pacífico, o tempo fica suscetível a outros fatores, difíceis de serem previstos com antecedência.
– Neste momento não é bom bater o martelo. A tendência é de neutralidade, mas é muito prematuro para afirmar – diz o meteorologista da Fepagro Glauco Freitas.

Fonte: Zero Hora