.........

FAO prevê alta de preços de alimentos

.........

Os preços internacionais dos alimentos caíram em junho pelo terceiro mês consecutivo, mas estão em alta em julho devido a adversidades climáticas em diversas regiões do planeta, informou a Agência das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

Em junho, o "FAO Food Price Index" – índice de preços globais de alimentos da agência das Nações Unidas – caiu 1,8% em relação a maio e chegou ao nível mais baixo desde setembro de 2010. O indicador teve queda ainda maior, de 15,4%, na comparação com fevereiro de 2011, pico histórico desde que a FAO começou a monitorar os preços dos alimentos, em 1990.

A agência da ONU nota que as incertezas econômicas e as perspectivas positivas de abastecimento foram responsáveis pela redução dos preços. Porém, não estão descartadas inquietações no horizonte com a estiagem em algumas regiões que levarão a uma alta das commodities até o fim do mês.

De acordo com a FAO, os preços dos alimentos voltaram a subir recentemente sobretudo por causa de problemas meteorológicos, e podem motivar uma nova alta nos preços em julho. Oleaginosas e cereais dispararam nas últimas duas semanas, tanto em Paris quanto em Chicago. Em julho, óleos e produtos gordurosos tiveram as maiores baixas em seus valores, enquanto os índices de preços de carnes, lácteos e açúcar caíram ligeiramente. (AM)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2740688/fao-preve-alta-de-precos-de-alimentos#ixzz1zqeqjpvD

Fonte: Valor | Por De Genebra