.........

Exportações do Estado caem 7,3% no primeiro semestre

.........

Desempenho colocou o Estado em quinto lugar entre os maiores estados exportadores, abaixo de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná

Nos primeiros seis meses do ano, as exportações do Rio Grande do Sul acumularam US$ 8,5 bilhões. Em relação ao mesmo período do ano anterior, houve um decréscimo de US$ 746,2 milhões, o que representa queda de 7,3%. O valor fica bem abaixo da variação observada em nível nacional, que foi positiva de 0,2%. Os números foram divulgados nesta quarta-feira pela Fundação de Economia e Estatística do Estado (FEE-RS).

A redução em volume das exportações estaduais foi a segunda maior entre os 10 maiores estados exportadores, sendo superada apenas pela do Espírito Santo, de -8,8%. Os preços no Rio Grande do Sul apresentaram uma evolução de -0,8%, próxima a nacional, de -1,1%. Como conseqüência desses resultados, o valor exportado pelo Estado registrou uma evolução também bem inferior à observada no país. No RS foi de – 8,1% enquanto no país foi de -0,9%.

Esse desempenho colocou o Estado em quinto lugar entre os maiores estados exportadores – abaixo de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná -, representando 7,26% das exportações nacionais.

As exportações da indústria de transformação registraram queda de US$ 420,8 milhões no acumulado do ano (reduções de 5,9% em valor e 6,6% em volume, com um crescimento de 0,8% em preços), enquanto as exportações agropecuárias reduziram-se em US$ 363,9 milhões (-18,4% em valor, -12,4% em volume e -6,9% em preços).

Dentre os principais produtos exportados pela agropecuária, destacam-se as reduções de US$ 276,8 milhões das vendas de grãos de soja (-19,6 % em valor, -24,7% em volume e crescimento de 6,7% em preços) e de US$ 90,0 milhões das exportações de trigo (-19,9% em valor, -4,5% em volume e -16,2% em preços).

Fonte: Zero Hora