.........

Exportações do agronegócio voltam a crescer em abril

.........

O agronegócio gaúcho exportou US$ 984 milhões no mês de abril, o equivalente a 65,3% do total comercializado pelo Rio Grande do Sul. O resultado significa um aumento de 10% no valor em comparação com o mesmo período de 2016 e 33,5% na relação com março deste ano. Mesmo com resultados negativos de alguns grupos, o bom desempenho da soja puxou os números para cima, conforme aponta o Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do Rio Grande do Sul, divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul.
Comparando os meses de abril de 2016 e 2017, a soja registra um crescimento de 30%, atingindo US$ 609 milhões. O grupo Produtos Florestais também fechou com resultado positivo de 12,6%. O grupo Carne registra queda de 2%, tendo a carne bovina como principal responsável, registrando -45%. A Carne de Frango manteve o mesmo patamar e a Carne Suína cresceu 24%. Arroz e trigo foram responsáveis pelo resultado do grupo Cereais, com – 10,7%. Já o fumo fechou com um valor 52% menor.
Na relação entre março e abril, novamente a soja foi a grande responsável pela alta, com 104,5%. O grupo Produtos Florestais também teve bom resultado, chegando a 54,2%. Carnes, com -16,4% e Cereais, com -31,7%, impediram um melhor resultado. No acumulado do ano, o agronegócio gaúcho exportou US$ 2,913 bilhões, aumento de 10,8% em relação ao mesmo período do ano de 2016.
Mesmo com o resultado ruim no mês de abril, o grupo Carnes tem boa participação nos quatro primeiros meses, com crescimento de 16,2%. Soja também colaborou para o resultado positivo, com 58,3%. A China continua sendo a grande compradora do agronegócio gaúcho, com uma participação de 37% do total exportado. A Rússia foi o segundo maior destino em abril, com 4,17% e os Estados Unidos respondeu por 3,85% de participação. 

Confira a Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do Rio Grande do Sul de abril/2017

Fonte: Imprensa Sistema Farsul