.........

Exportações de café da América Latina caem 2%

.........

O grupo regional não inclui o Brasil, que produz em sua maioria arábica natural, em vez de lavado, mas tem Colômbia, México, Peru, República Dominicana na lista

por Globo Rural On-line

Marcelo Min

Produção de café (Foto: Marcelo Min/Ed. Globo)

Os países latino-americanos que produzem café arábica lavado exportaram 20,71 milhões de sacas de 60 quilos nos primeiros nove meses da safra 2011/2012, informou na sexta-feira (20/7) a Associação de Produtores de Café da Guatemala. O número representa queda de 2% ante o mesmo período da safra anterior.
O grupo regional não inclui o Brasil, que produz em sua maioria arábica natural, em vez de arábica lavado, mas tem, entre seus membros, Colômbia, México, Peru, República Dominicana e países da América Central.
El Salvador foi o país que registrou maior declínio das exportações entre outubro e junho, como resultado de um ano de ciclo fraco. O país exportou no período 885.416 sacas, queda foi de 41% na comparação com os nove primeiros meses da safra anterior.
A Colômbia, maior produtor mundial de arábica lavado, vendeu 5,64 milhões de sacas ao exterior, queda de 16% ante o mesmo período da safra 2010/2011. A Guatemala e a Nicarágua também tiveram diminuição de 5% e 10% nos embarques, respectivamente.
Honduras, por outro lado, registrou aumento de 25% nas exportações de arábica lavado, para 4,49 milhões de sacas, graças a uma colheita recorde. Costa Rica, México e República Dominicana também registraram alta nos embarques.

Fonte: Globo Rural