.........

Expectativa de fim do embargo às carnes

.........

Técnicos russos começam amanhã inspeção de oito frigoríficos estaduais

Os técnicos do Serviço Veterinário Federal da Rússia, que desembarcam hoje à noite em Porto Alegre, trazem a expectativa de reversão do embargo que completa 13 meses. Oito frigoríficos de suínos, aves e bovinos serão inspecionados a partir desta terça-feira, no Rio Grande do Sul. Os nove russos se dividirão em três grupos, que terão o acompanhamento de servidores do Ministério da Agricultura (Mapa) das áreas correspondentes. Segundo o superintendente do Mapa no Estado, Francisco Signor, todos os frigoríficos têm condições de exportar produtos para a Rússia e estão com a documentação pronta para ser entregue aos técnicos. "Todo levantamento das condições das plantas e da documentação foi realizado e permite a rastreabilidade do processo conforme é exigido", assegura Signor.
Além do Rio Grande do Sul, plantas de outros estados também serão vistoriadas. Os técnicos passarão por Santa Catarina, Paraná, Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso. Segundo o Mapa, plantas embargadas há 13 meses estão no Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Paraná. Conforme levantamento da autoridade russa, restrições temporárias ou embargos estão acontecendo no Brasil em 39 frigoríficos de carne bovina, 17 de suínos e 35 de aves. Em um ano de bloqueio comercial, o maior impacto nos três estados foi sobre o setor suíno, em que o valor exportado, em dólar, teve redução de 48%. Na carne de aves, a queda foi de 5% e, na bovina, de 1,7%. Até o embargo, o mercado russo representava 49% do valor de carne suína exportada pelo Brasil.
Antes de agendar a visita, o governo russo solicitou que o Mapa enviasse informações sobre a legislação brasileira relativa ao controle das autoridades veterinárias estaduais e de funções de supervisão, além da estrutura das unidades veterinárias brasileiras. O Serviço Veterinário Russo também solicitou informações sobre a organização do laboratório de segurança, monitoramento e rastreabilidade de produtos supervisionados por autoridades estaduais veterinárias, bem como do programa de identificação para animais de produção.
Durante esse período de restrições, o ministério fez ações de treinamento de 228 veterinários em relação às normas sanitárias da Rússia. Uma missão de técnicos brasileiros foi enviada para visitar laboratórios russos e também fiscais federais agropecuários foram capacitados. As autoridades sanitárias brasileiras fizeram supervisão em 162 estabelecimentos exportadores de produtos de origem animal para a Rússia, e foram enviados relatórios de auditoria e respectivos planos de ação relativos a estabelecimentos produtores de carnes bovina, suína e de aves.
Roteiro das vistorias no Estado
Aves
24/07 – Brasil Foods (Lageado)
25/07 – Frigorífico Frinal Alimentos (Garibaldi)
26/07 – Lanagro (Sarandi)
Suínos
24/07 – Brasil Foods (Lageado)
24/07 – Alibem (Santa Rosa)
24/07 – Alibem (Santo Ângelo)
Bovinos
24/07 – Marfrig (Alegrete)
25/07 – Frigorífico Silva (Santa Maria)
Fonte: Mapa

Fonte: Correio do Povo