.........

Expectativa dá o tom na Show Rural Coopavel

.........

 

Exposição agrícola foi visitado por 44,5 mil pessoas no segundo dia

    Considerada um termômetro do setor agrícola no primeiro semestre, a Show Rural Coopavel que iniciou na segunda-feira, em Cascavel (PR), está cercada de expectativas. Apesar das incertezas econômicas e da ausência de cinco grandes montadoras do setor (que não confirmaram presença por questões de logística e de calendário), o clima era de otimismo no segundo dia do evento, quando 44.515 pessoas circularam pela exposição.
    Segundo o coordenador-geral do Show Rural Coopavel, Rogério Rizzardi, a liberação dos R$ 10 bilhões destinados ao pré-custeio da safra 2016/2017, que teve início na segunda-feira, ajudou a manter o otimismo, mas não é fundamental. "Até porque a taxa de juros não é das melhores", observa. De acordo com ele, o produtor já está com um parque de máquinas bem estruturado, porque aproveitou as taxas de juros mais acessíveis nos anos anteriores. Após um volume de negócios encaminhados de R$ 1,9 bilhão em 2015, Rizzardi crê que o resultado deste ano será inferior – o que ele não atribui a ausência das cinco grandes empresas. "Quem não é visto não é lembrado. Quem não esta aqui está perdendo", alfinetou.
    A feira também tem demonstrado oportunidades para empresas gaúchas. A Vence Tudo, indústria de implementos agrícolas de Ibirubá, negociou unidades com compradores do Paraguai nos primeiros dias da feira. O supervisor de marketing, Charles Rui Teixeira, admite que as mudanças recentes no financiamento de máquinas, com taxas de juros flutuantes, são um empecilho a mais para fechar negócios neste ano, porém destacou que o preço dos grãos em alta deve beneficiar o setor. "Se conseguirmos os mesmos números de 2015, estamos satisfeitos."
    Um dos destaques do dia foi o lançamento de três cultivares de soja da Embrapa, com resistência ao glifosato e tolerância às principais lagartas, que estarão disponíveis ao produtor na próxima safra. Novas variedades deverão ser lançadas na Expodireto, em Não-Me-Toque.

Danton Júnior

Fonte : Correio do Povo