.........

Evento na área rural do DF reforça protagonismo feminino no campo

.........

A coordenadora de Políticas das Mulheres da Sead, Solange da Costa, participou do evento

As agricultoras familiares do núcleo rural do Paranoá, no Distrito Federal, deram um novo passo que reforçou o protagonismo feminino no desenvolvimento sustentável da região. É que elas realizaram um dia especial na roça, onde o trabalho de cada uma foi conhecido por meio da exposição de seus produtos. Tudo foi visto e degustado ao som de moda de viola ao vivo e os visitantes ainda tiveram a oportunidade de almoçar no local. O evento, realizado no último domingo (7), faz parte da campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos, uma iniciativa internacional conduzida pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) aqui no Brasil.

A coordenadora de Políticas das Mulheres da Sead, Solange da Costa, participou da ocasião para prestigiar e também esclarecer a atuação da Sead no cenário do empoderamento feminino rural. “Nós estamos aqui apoiando essa iniciativa para continuar desenvolvendo a campanha. A intenção é dar visibilidade essa produção no campo e estimular outras mulheres sobre a importância do seu papel no cenário econômico e para o desenvolvimento sustentável do país”, ressaltou.

Quitutes, queijos, biscoitos, bolos, licores, desidratados (frutas, verduras e ervas), além de plantas ornamentais e artesanatos diferentes foram expostos. Cerca de 10 produtoras puderam organizar um espaço para expor sua especialidade. Cada uma com sua história ajudou a construir o evento, que ficará na memória de suas famílias.

“Ninguém aqui consegue produzir tudo sozinho e cada mulher trabalha sua especialidade onde mora. Estamos aqui juntas para agregar valor, como parceiras, para mostrar nosso produto e crescer. Somos orgulhosas do que fazemos e a expectativa é realizar mais vezes esse domingo”, explicou a embaixadora da campanha na região Centro-Oeste e organizadora do evento, a agricultora familiar Norma Sueli Martins.

O evento se iniciou às 9h da manhã e seguiu até o final da tarde. Os vizinhos envolvidos de alguma forma na organização ressaltaram a cooperação entre as famílias e o ponto em comum que os uniu: a agroecologia. A intenção das mulheres é conseguir promover a feira com almoço em todo primeiro domingo do mês.

Campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos

A campanha internacional #MujeresRurales mujeres con derechos é liderada pela Reunião Especializada em Agricultura Familiar no Mercosul (Reaf), Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e UCAR (Unidad para el Cambio Rural), da Argentina. A inciativa abrange a América Latina e o Caribe, sendo conduzida no Brasil pela a Sead. As ações começaram em março deste ano e seguem até novembro, trazendo como temática os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU.  Em 2016, a campanha compartilhou mais de 120 experiências de 15 países.

Veja aqui como foi a campanha brasileira no ano passado. Esta matéria explica como você também pode participar da campanha.

Fernanda Lisboa
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação

Victor Michel / Ascom Sead

Fonte : MDA