.........

Especialistas projetam avanço do plantio de soja e milho no Rio Grande do Sul

.........
Fonte:  Valor | ZERO HORA
Já a área de cultivo de arroz deve ser reduzida

O nono levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que valida a produção recorde no Rio Grande do Sul de 28,6 milhões de toneladas em 2010/2011 – 12,5% acima da anterior, dá fortes indicativos dos rumos da nova safra. Especialistas já arriscam projeções para o plantio 2011/2012 no RS e apontam aumento na área de plantio de soja e milho, em contraste com redução na de arroz.

Impulsionada pela alta no mercado internacional, a soja deverá ter uma expansão na área cultivada no RS de até 4%, o que representa um total de 4,2 milhões de hectares. Embora estime esse crescimento com base na manutenção das cotações internacionais do grão, o gerente de Desenvolvimento de Suporte Estratégico da Conab/RS, Ernesto Irgang, ainda acha precoce uma previsão mais concreta para a próxima safra. No atual ciclo, os produtores do Estado comemoram a colheita recorde de 11,6 milhões de toneladas, cerca de 8% maior do que a do período passado.

O consultor Carlos Cogo também observa que a soja deve representar um alto crescimento em produtividade no RS devido à valorização do produto e ao índice de rentabilidade ao produtor, que poderá chegar a 65%.

– O valor da saca da soja está em R$ 45, um acréscimo de 47% ante igual período de 2010 – salienta Cogo.

Como o milho também segue valorizado e o aumento em um ano chegou a 90%, a perspectiva é de que o grão esteja entre as apostas de produtores que decidirem remanejar as áreas de cultivos de verão.

Em relação ao arroz, apesar da fartura de 8,8 milhões de toneladas – 21% acima da anterior, existe a tendência de uma redução de 5% na área de plantio. A explicação para a queda – estimada tanto por Cogo quanto pela Conab/RS – está na oferta abundante, que puxa o preço para baixo. De junho de 2010 a junho deste ano, o valor da saca de arroz caiu 30%.

Confira a evolução na lavoura do RS este ano