.........

ENTRAL DE COMUNICAÇÃO // – Maio úmido pode atrapalhar colheita da cana-de-açúcar

.........

Na sexta-feira, dia 12, novas áreas de instabilidade vão se formar sobre a Região Sul do país, associadas a um sistema de baixa pressão que entre sábado (13) e domingo (14), dão origem a uma nova frente fria. Este novo sistema terá amplitude e intensidade suficiente para avançar até o Sudeste. A chuva deverá atrapalhar o pleno andamento da colheita da cana de açúcar nas regiões produtoras.

O tempo mais úmido poderá afetar a concentração de ATR pela planta, causando reduções nos índices de produtividade de etanol e açúcar. Mas por outro lado, essas mesmas chuvas vão manter os solos com bons níveis de umidade, o que irá favorecer o desenvolvimento dos canaviais que irão ser colhidos ao longo do segundo semestre de 2017.

Período de neutralidade
De acordo com o meteorologista Alexandre Nascimento, estamos em um período de neutralidade, mas com temperatura ligeiramente acima da média no Pacífico Equatorial. Para se determinar El Niño à região central do Pacífico Equatorial (chamada de região 3.4) deve permanecer com anomalia igual ou acima de 0,5 grau positivo por três trimestres consecutivos, ouse já, maio-junho-julho, junho-julho-agosto e julho-agosto-setembro e previsão de continuidade por pelo menos mais três trimestres o que não é o caso para este ano.

Tendência
Durante a segunda quinzena de maio teremos várias ondas de frio se deslocando pelo centro-sul do país, sendo algumas mais fortes. A primeira delas passa na semana que vem e a outra no fim do mês. A primeira, primeiramente, será com chuva e depois vem o frio. “Possivelmente não teremos geada moderada e/ou forte nas regiões produtoras do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul”, diz Nascimento.

Produção
A produção de cana de açúcar no Brasil deve chegar a 694 milhões de toneladas em 2017, um aumento de 4% em relação à safra anterior. A cana é plantada em diferentes regiões do Brasil e consequentemente ao longo do ano, em períodos diferenciados. No Nordeste, a colheita acontece de setembro a março. No centro-sul, de maio a dezembro.

Por Climatempo

Fonte ; CNA