.........

Empresa fecha 1º semestre entre as maiores exportadoras do país

.........

Ainda que não divulgue resultados parciais no Brasil, o desempenho das exportações da Cargill a partir do país no primeiro semestre sugere que a multinacional conseguiu aproveitar a boa demanda internacional por soja brasileira no intervalo, apesar da queda do valor dos embarques de outros produtos agropecuários.

De acordo com estatísticas da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), os embarques da Cargill Agrícola S.A., liderados pela oleaginosa, renderam US$ 2,2 bilhões de janeiro a junho, um aumento de 1,8% em relação a igual intervalo de 2011 (US$ 2,1 bilhões). Em 2011, conforme balanço de resultados publicado em abril, 75% do volume de vendas da subsidiária brasileira foi destinado ao mercado externo.

O desempenho dos embarques de janeiro a junho fez da Cargill a quinta maior empresa exportadora do país no período, atrás das tradicionais líderes Vale (US$ 11,9 bilhões), Petrobras (US$ 11,4 bilhões) e Bunge (US$ 3,5 bilhões), e também da BRF-Brasil Foods, (US$ 2,5 bilhões). No caso da BRF, o ranking da Secex ainda mantém a Sadia separada, por isso ela não consta entre as quatro maiores.

No ranking dos exportadores do agronegócio, portanto, a Cargill perdeu apenas para a Bunge, cujo resultado representou um aumento de 11,6% na comparação com o primeiro semestre de 2011, e para a BRF, cujos embarques registraram aumento de 6% em receita. Mas, no setor, ficou à frente de ADM (US$ 2,1 bilhão) e Louis Dreyfus Commodities (US$ 1,8 bilhão), que com Bunge e Cargill formam o famoso grupo de grandes tradings agrícolas mundiais conhecido como "ABCD".

Conforme os dados da Secex, a Cargill Agrícola encerrou 2011 como a sétima maior empresa exportadora do país, com US$ 4 bilhões e crescimento de quase 33% na comparação com 2010. A Bunge foi a terceira (US$ 6,5 bilhões e avanço de 52%) e a BRF-Brasil Foods, a quarta (US$ 5,2 bilhões e alta de 17,4%). (FL)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2757174/empresa-fecha-1#ixzz214qBTWxN

Fonte: Valor | Por De São Paulo