.........

Embrapa disponibiliza sementes de arroz, feijão e capim no mercado

.........

Produtos serão direcionados ao abastecimento dos produtores com insumos para a próxima safra

por Globo Rural On-line

Divulgação/Embrapa

A cultivar de feijão preto BRS Esplendor apresenta ciclo de 85 a 90 dias da emergência à maturação fisiológica e alto potencial produtivo

A Embrapa Produtos e Mercado, uma das Unidades Descentralizadas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), coloca à disposição, para venda direta ao produtor, 41 toneladas de sementes de arroz, da cultivar BRS Sertaneja, 16 toneladas de feijão BRS Esplendor e cinco toneladas de capim Brachiaria brizantha, cultivar Marandu. Os produtos serão direcionados ao abastecimento dos produtores com insumos para apróxima safra.
A Embrapa Produtos e Mercado disponibiliza no mercado assementes e as mudas por meio de contratos de licenciamento ou diretamente aos agricultores. A Unidade trabalha por meio de seus 16 Escritórios espalhados por todo o país.
A cultivar de arroz de terras altas BRS Sertaneja caracteriza-se por possuir plantas vigorosas, de porte médio, moderadamente perfilhadoras e com boa resistência ao acamamento. Apresenta moderada resistência à mancha parda, escaldadura e mancha de grãos. Suas panículas são longas, com elevado número de grãos. O rendimento de grãos inteiros no beneficiamento é alto e estável e, quando beneficiados, eles são translúcidos. É recomendada para produção nos Estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Roraima, Maranhão, Piauí, Tocantins e no Distrito Federal. Seu ciclo de produção é precoce, chegando a, no máximo, 110 dias, e sua produtividade média é de 3.750 kg/ha.
A cultivar de feijão preto BRS Esplendor apresenta ciclo de 85 a 90 dias da emergência à maturação fisiológica, alto potencial produtivo (7,5% superior às melhores testemunhas, podendo ultrapassar quatro toneladas por hectare) e arquitetura de plantas ereta. É resistente ao acamamento (adaptada à colheita mecânica direta), ao mosaico-comum e a nove raças de fungos causadores da antracnose, além de apresentar tolerância à murcha de fusário e ao crestamento bacteriano comum.
A cultivar foi testada pela Embrapa em 147 ambientes do Brasil. A época de plantio e regiões indicadas para a cultivar são:
1ª Safra – Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.
2ª Safra – Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia e Santa Catarina.
3ª Safra – Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Tocantins.
Já a cultivar de Brachiaria brizantha da Embrapa, o Capim Marandu, também conhecida por Braquiarão, tem como principal característica a resistência às principais espécies de cigarrinhas-das-pastagens. Apresenta elevada produção, produtividade de 80 a 120 kg/ha de sementes com 40% de valor cultural e qualidade de forragem, elevada resposta à adubação, boa produção de sementes, boa cobertura de solos, capacidade de competição com invasoras e estabelecimento rápido. Em climas com estação chuvosa no verão, como a região Centro-Oeste, pode ser semeada desde meados de outubro até o final de fevereiro.
As sementes das cultivares podem ser adquiridas no Escritório de Negócios de Goiânia da Embrapa Produtos e Mercado.
Telefone: (62) 3202-6000
E-mail: engyn.snt@embrapa.br

Fonte: Globo Rural