Embrapa coordena pesquisa para produção de sorgo no Rio Grande do Sul

Cultura é alternativa de matéria-prima renovável para aumentar competitividade do etanol

Embrapa coordena pesquisa para produção de sorgo no Rio Grande do Sul Beatriz Emygdio/Dibulgação,Embrapa

Sorgo não tem grande produção no Rio Grande do Sul Foto: Beatriz Emygdio / Dibulgação,Embrapa

Possível alternativa de matéria-prima renovável para aumentar a competitividade do etanol brasileiro, o sorgo sacarino ganhará novo estímulo no Estado – onde não há grande escala comercial da cultura. Com R$ 2 milhões em financiamento da Petrobras, a Embrapa Clima Temperado irá coordenar pesquisa sobre o desenvolvimento de tecnologias para produção no RS, com a colaboração das principais instituições de pesquisa e com universidades gaúchas.
O sorgo sacarino poderá ser usado em complemento à cana-de-açúcar, reduzindo períodos de ociosidade nas indústrias de etanol. Aqui, a cultura não é disseminada especialmente pela inexistência de cultivares recomendadas e de uma estrutura de produção adequada.

Fonte: Zero Hora