.........

Embarques de milho devem crescer 20%

.........

Fonte:  Correio do Povo

Demanda externa e redução da safra dos EUA são motivos da projeção

Se houver investimento e mercado, produção poderá dobrar em dez anos<br /><b>Crédito: </b> marcos campos / cp memória

Se houver investimento e mercado, produção poderá dobrar em dez anos
Crédito: marcos campos / cp memória

As exportações brasileiras de milho podem ter expansão de 20% em 2012, para 12 milhões de toneladas. Esta é a expectativa do setor diante do cenário favorável, impulsionado pela demanda global e pela redução da safra do maior produtor mundial, os Estados Unidos. Com isso, o preço ao produtor no Estado, R$ 25,82 a saca, conforme a Emater – já 19,8% superior a 2010 -, tende a se manter em alta nos próximos 12 meses. Segundo o diretor da Céleres, Anderson Galvão, além do temor de desabastecimento interno, as cotações podem subir mais no mercado doméstico.
Para o presidente-executivo da Abramilho, Alysson Paolinelli, se o produtor souber aproveitar o momento, o Brasil pode melhorar sua posição no cenário internacional. No entanto, isso passaria por maior investimento em tecnologia, crédito adequado, seguro agrícola e garantia de preço mínimo. "Hoje, produzimos 50 milhões de t, mas a produção pode dobrar na próxima década."
O salto de 76% nos preços internacionais para 300 dólares/t nos últimos 90 dias, segundo a Embrapa Milho e Sorgo, já provocou elevação das exportações nacionais em 1 milhão de t. O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior indica embarque de 4,5 milhões de t até agosto. Para o analista Farias Toigo, a conjuntura nunca esteve tão positiva ao produtor. "Agora, só depende do clima."
O desempenho
– Janeiro/agosto 2010: 3,5 milhões de t
– Janeiro/agosto 2011: 4,5 milhões de t
Fonte: MIDC
– Safra 2010/11: 57.514,1 mil t
– Safra 2011/12: Entre 57.327,0 e 58.989,3 mil t
Fonte: Conab