Em liberdade

O ex-presidente da BRF Pedro Faria, que estava preso temporariamente desde segunda-feira passada, após a deflagração da Operação Trapaça pela Polícia Federal, foi solto na sexta-feira pelo juiz federal substituto de Ponta Grossa (PR), André Duszcak. Faria foi acusado de acobertar fraudes em análises laboratoriais para detecção de salmonela em carne de frango. O MPF entendeu que ele não poderia atrapalhar as investigações, pois não está mais no comando da BRF. Outras nove pessoas presas na operação foram liberadas. A Justiça Federal afastou seis delas da BRF.

Silvia Costanti/Valor

  • Fonte : Valor