.........

Em defesa de juros fixos

.........

O Ministério da Agricultura tem trabalhado fortemente junto à equipe econômica do governo Michel Temer para manter as taxas de juros das linhas do Plano Safra fixas e não atreladas à taxa básica Selic, disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller (foto), durante abertura do Fórum do Agronegócio na ExpoLondrina. A proposta de indexar os juros do crédito rural à Selic é defendida pelo Banco Central e Ministérios da Fazenda e Planejamento. Com a trajetória de queda da taxa básica, o governo poderia reduzir seus gastos, alega a equipe econômica. Mas Geller observou que o setor é balizado por cotações internacionais e câmbio e não pode ter outro fator de oscilação nos negócios. Segundo ele, o Ministério da Agricultura está conseguindo "entendimento" com a Casa Civil apesar das divergências.

Por Fernando Lopes | De Londrina

Fonte : Valor