.........

Eleição sem disputa na Farsul

.........

A disputa que marcou as últimas duas eleições da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) não se repetirá neste ano. O prazo para registro terminou ontem com chapa única inscrita, encabeçada pelo atual presidente, Carlos Sperotto, que comanda a entidade há 15 anos e busca o sexto mandato, até 2015. "O setor demonstra a necessidade de ação unificada. É uma grande responsabilidade", avaliou Sperotto. Composto por representantes de 27 sindicatos rurais, o grupo precisa do aval de 91 dos 137 associados. A eleição será em 3 de outubro, das 9h às 16h, na sede da Farsul, na Capital. E a posse ocorrerá em 1 de janeiro de 2013.
Desmobilizada, a oposição não encontrou um nome de peso disposto a enfrentar o desgaste do processo. Segundo o presidente do Sindicato Rural de Santiago, Uniastalda e Capão do Cipó, Fernando Gonçalves, a estratégia é anular votos para demonstrar insatisfação com a atual gestão. "No RS, não lembro de reeleição de governador." Para Sperotto, o momento não é de se falar em voto de protesto, e sim de união. Sondado pelos oposicionistas, o presidente do Sindicato Rural de Dom Pedrito, José Roberto Pires Weber, opositor em 2006, não topou concorrer. "Tivemos 40 votos na última eleição, ou seja, acho que maioria está feliz ou acomodada."

Fonte: Correio do Povo