.........

ECONOMIA – Agro fecha mais de 8 mil vagas formais em setembro

.........

Setor, no entanto, acumula saldo positivo de empregos com carteira assinada neste ano, segundo o Ministério do Trabalho

agricultura-familiar (Foto: MDA/Divulgação)

Agropecuária registrou o maior número entre os setores da economia que apresentaram fechamento de postos de trabalho em setembro  (Foto: MDA/Divulgação)

A agropecuária brasileira encerrou o mês de setembro fechando vagas formais de trabalho. As demissões superaram as contratações no mês passado em 8,372 mil postos com carteira assinada, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (19/10) pelo Ministério do Trabalho.

Foi o maior número entre os setores da economia que apresentaram fechamento de postos de trabalho em setembro, superando serviços de utilidade pública e indústria extrativa mineral. O saldo negativo do campo é resultado de 68,968 mil contratações e 77,340 mil dispensas.

“O setor da Agropecuária apresentou saldo negativo de empregos em Setembro/2017, em decorrência da sazonalidade típica desse setor”, informa o Ministério do Trabalho. Exceção feita às lavouras de frutas, que geraram vagas em setembro.

Ainda assim, no acumulado do ano, a agropecuária mais contratou que mandou gente embora. Foram 810,840 mil admissões de janeiro a setembro e 703,430 mil demissões. O saldo é positivo em 107,410 mil empregos com carteira assinada.

Situação semelhante é do período de 12 meses encerrado em setembro. Foram contratadas 984,541 mil pessoas e 966,747 mil foram dispensadas. O saldo ainda é positivo para o setor em 17,794 mil vagas formais.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte: Globo Rural