.........

Dos cinco produtos de maior demanda, Estado (MT) produz quatro

.........

Fonte:  DIÁRIO DE CUIABÁ – MT

Segundo o relatório produzido pelo Mapa/Embrapa deverão continuar expressivas e com tendência de elevação as participações do Brasil no comércio mundial de soja, carne bovina e carne de frango. A soja brasileira deverá ter em 2020/2021 uma participação nas exportações mundiais de 33,2%, a carne bovina, 30,1%, e a carne de frango, 49,0%. Em análise específica em relação ao consumo na próxima década, o estudo revela que derivados da soja como farelo, óleo, frango, bovinos e café, serão os produtos com maior demanda anual até 2021. Desses cinco itens, Mato Grosso oferta em larga escala os quatro primeiros.

O consumo de farelo deverá aumentar 2,48% ao ano, ao longo desta década. O óleo, 2,17%, o frango, 2,45%, bovinos, 2,28% e café, que surge como grande destaque, com projeção de consumo anual incrementada em 4,5%.

Especificamente em relação à exportação, entre os seis produtos citados pelo Mapa/Embrapa como os de maior expansão no período, Mato Grosso oferta quatro deles em larga escala: algodão – cuja taxa de crescimento anual é de 5,05. Mato Grosso detém mais de 51% de toda a produção nacional da fibra -, milho (+4,57% ao ano), soja em grão (+3,17%), açúcar (+3,78%), leite (+4,19%) e celulose (+3,50%).

CARNES – Entre as carnes, as que projetam maiores taxas de expansão da produção no período 2010/2011 a 2020/2021 são a carne de frango, que deve crescer anualmente a 2,6%, e a bovina, cujo crescimento projetado para esse período é de 2,2% ao ano. A produção de carne suína tem um crescimento projetado de 1,9% ao ano. (MP)