.........

DIRETO AO PONTO – CRÉDITO AGRÍCOLA – Presidente do BNDES nega possível quebra do banco

.........

Para Paulo Rabello Castro o maior desafio da instituição financeira neste momento é superar a crise e mostrar a pujança do Brasil, principalmente com a ajuda do agronegócio

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), Paulo Rabello Castro, negou qualquer rumor de que o banco possa sofrer uma quebra, apesar da queda de 17% nos desembolsos da entidade. Empossado há pouco mais de dois meses, o entrevistado do Direto ao Ponto deste domingo, dia 6, afirma que o momento é de superação dos problemas e por isso o banco tem investido em tecnologia.

Um exemplo é o cartão BNDES Agro, que deve ser anunciado nos próximos dias. O dispositivo visa facilitar a vida do produtor e simplificar o processo de empréstimos e aquisição de créditos, sobretudo com acessos especiais na hora do redirecionamento para os bancos. Um dos focos recai sobre o pequeno e médio empresário. De acordo com Castro, cerca de 40% das negociações do BNDES são voltadas para este público.

Questionado sobre a burocracia para acessar determinadas linhas de crédito, como o Programa ABC, de baixo carbono, Castro diz que o banco precisa de segurança em suas operações, por isso pode ser entendido como burocrático, mas que tem tentado diminuir os trâmites. Um dos focos é a própria tecnologia, que leva o cliente a resolver seus problemas sem necessitar de sair de casa.

CPI BNDES

Na última quarta-feira, dia 2, o Senado aprovou a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de irregularidades nos empréstimos concedidos pelo banco para linhas de crédito de internacionalização de empresas desde 2007. A CPI tem 180 dias para apurar informações e apresentar um relatório conclusivo.

  • Nathália Coelho | Brasília (DF)
  • Fonte : Canal Rural