.........

Dinapec 2017: Desenvolvimento do agro associado à ciência e tecnologia é destaque do evento

.........

Abertura contou com a presença de mais de 200 pessoas, entre lideranças do agro e políticas

Pres. CNA João Martins (3)

Desenvolvimento, representatividade rural, ciência e tecnologia. Estes foram os principais pontos abordados na abertura da Dinapec 2017 – Dinâmica Agropecuária, realizada nesta quarta-feira (08), com a participação de mais de 200 pessoas, entre lideranças políticas e rurais, profissionais e estudantes do setor, na sede da Embrapa Gado de Corte.

Entre os destaques do evento, o presidente da CNA -  Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, lançou a “Plataforma de Qualidade – Carne Bonificada”, que tem como finalidade garantir excelência de produção, atestada pelas associações de raça.

A ferramenta informatizada foi desenvolvida pelo Instituto CNA, em parceria com a Embrapa Gado de Corte, permite a certificação da carne bovina brasileira durante as etapas da produção. “O Brasil deu um salto fantástico na produção pecuária nesses últimos anos. Nós fornecemos carne para mais de 100 países do Mundo. Atendemos países muito exigentes, no quesito qualidade, não muito diferente do público nacional. Então, a ideia é cada dia fazer com que seja ofertado, tanto no mercado interno como externo, um produto diferenciado”.

Durante a abertura, o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, iniciou citando Bill Gates: “Está provado que melhorar a atividade agrícola é a melhor de todas as intervenções para reduzir a pobreza. Melhorar as outras atividades econômicas, também contribui sim. Mas nada é tão eficiente quanto investir na agricultura.  Começo essa fala com essa mensagem proferida por uma das maiores personalidades do século XX”.

Em seguida, Saito falou sobre fatores que levam ao desenvolvimento do setor produtivo. “Ao longo dos últimos 40 anos, o agro avançou devido ao perfil empreendedor e desbravador do produtor rural e graças à difusão de novas tecnologias”, destacando a importância da Dinapec 2017.

Em relação à sustentabilidade no campo, o presidente do Sistema Famasul deu como exemplo o número do CAR – Cadastro Ambiental Rural. “Até o final de 2016, quase 4 milhões de imóveis rurais estavam inscritos. Número representa quase 80% dos imóveis rurais registrados pelo Censo do IBGE”.

O Governado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, salientou a importância do evento e do setor para o Estado. “O Brasil só não encerrou 2016 pior, em relação ao PIB – Produto Interno Bruto, graças à agropecuária”, afirmou referindo-se à publicação do IBGE, da última terça-feira (07), com dados negativos da nossa economia nacional.

O Chefe-Geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Oliveira, apresentou as novidades da 13ª Dinapec. “Quero dar destaques a seis lançamentos da Feira: a apresentação de duas novsas cultivares: a híbrida BRS RB 331 Ipyporã e a híbrida BRS Quênia, o novo Modelo da Régua de Manejo de Pastagem, o aplicativo Pasto Certoe o CustoBov, a plataforma de Qualidade Carne Bonificada  e a assinatura Cooperação Técnica entre Embrapa Gado de Corte e WebGados Aplicativos Ltda”.

Além das lideranças citadas, estiveram presentes no evento o secretário executivo do Senar Brasil, Daniel Carrara; o diretor executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Ladislau Martin Neto; o reitor da UFMS, Marcelo Turini; o Superintendente Federal de Agricultura de MS, Celso Martins e o produtor e tradicional agrônomo, Fernando Penteado.

Também prestigiaram a abertura, o vice-presidente do Sistema Famasul, Nilton Pickler, o diretor tesoureiro da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes, a diretora-secretária da Federação, Terezinha Candido, o diretor executivo, Lucas Galvan e o superintendente do Senar/MS, Rogério Beretta.

Participaram ainda o secretário de Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; o secretário de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas; o superintendente de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação do Governo de Mato Grosso do Sul, Renato Roscoe; entre autoridades, além da presença de mais de 34 presidentes de sindicatos rurais de MS.

Sobre o evento – A 12ª edição da Dinapec será realizada entre os dias 8 e 10 de março, pela Embrapa Gado de Corte – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e pelo Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, oferecendo 18 oficinas que abordam temas voltados ao cotidiano do trabalho realizado por produtores e colaboradores de atividades agrícolas.


Assessoria de Imprensa Sistema Famasul – Ana Brito

Fonte: Farsul