.........

Desmatamento na Amazônia Legal cresce pela primeira vez em cinco anos

.........

SÃO PAULO  -  O desmatamento na Amazônia Legal no período de agosto de 2012 e julho de 2013 cresceu 29% na comparação anual e alcançou 5.891 quilômetros quadrados, de acordo com dados consolidados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Essa foi o primeiro aumento no processo desde 2008.

A extensão desmatada também ficou um pouco acima do projetado pelo instituto no fim do ano passado, que foi de 5.843 quilômetros quadrados. Foi feito o mapeamento de 216 cenas com o satélite americano Landsat 8/OLI.

O Estado que mais desmatou na Amazônia Legal no período analisado foi o Pará, com 2.346 quilômetros quadrados desmatados, seguido de Mato Grosso, com 1.139 quilômetros quadrados, e de Rondônia, com 932 quilômetros quadrados.

Apesar do crescimento, o Inpe destacou, em nota, que a área desmatada é a segunda menor desde que o monitoramento começou a ser realizado, em 1988. Entre agosto de 2011 e julho de 2012, o desmatamento alcançou 4.571 quilômetros quadrados. A Amazônia Legal se estende por 5.016.136,3 quilômetros quadrados.

O levantamento foi feito a partir do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal (Prodes), que considera apenas as áreas maiores que 6,25 hectares onde ocorreu retirada total da cobertura florestal, o chamado corte raso.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3690820/desmatamento-na-amazonia-legal-cresce-pela-primeira-vez-em-cinco-anos#ixzz3D1ArZ4rX

Fonte: Valor | Por Camila Souza Ramos | Valor