Desafios para superar a pobreza no campo

Lançamento do Caderno de Estudos Desenvolvimento Social em Debate, número 23 – A Inclusão Produtiva Rural no Brasil Sem Miséria: O Desafio da Superação da Pobreza no Campo

O resultado das políticas públicas implementadas desde 2003 pelos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA) foi apresentado na manhã desta terça-feira (1), em Brasília.

O resumo dessas ações está no Caderno de Estudos Desenvolvimento Social em Debate, número 23 – A Inclusão Produtiva Rural no Brasil Sem Miséria: O Desafio da Superação da Pobreza no Campo.

Na cerimônia de lançamento da publicação, o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, destacou a importância da publicação.

“Há um Brasil que é vivo. Estamos caminhando e temos que ter coragem para continuar. Uma obra como essa cumpre um papel essencial. O fundamental agora é não retrocedermos”, afirmou.

Na avaliação da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, o caderno retrata a difícil, mas bem sucedida, caminhada, além de mostrar que ainda existem desafios.

“Nós tínhamos a missão de trabalhar em escala, fazer muito com populações isoladas, que se encontravam em situação de insegurança alimentar, mesmo estando em cima da terra e plantando. Nós fomos capazes de transformar o Brasil. Quem viaja hoje para o semiárido não vê mais aquele cenário. O Brasil é outro por conta das nossas políticas e para continuar transformando temos que nos basear nesse novo Brasil, continuar inventando e inovando”, ressaltou.

Para o diretor da Organização das Nações Unidas (ONU), Daniel Balaban, o Brasil deu importantes passos nos últimos anos e que mais sucesso em políticas sociais.

“O Brasil é um caso de sucesso. Não é atoa que vários países batem a nossa porta querendo ver e conhecer como funciona, saber detalhes dos programas sociais brasileiros”, destacou.

O Caderno

No estudo aparecem políticas que estão em curso no meio rural brasileiro como a construção de cisternas, o microcrédito rural do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar (Pronaf), as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), os programas de compras institucionais, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O Caderno de Estudos é formado por artigos escritos por gestores de políticas públicas do Governo Federal que participaram ativamente da construção e implementação de um conjunto de ações do eixo de inclusão produtiva rural do Plano Brasil Sem Miséria. Para o secretário extraordinário para Superação da Extrema Pobreza do MDS, Tiago Falcão, a publicação é um relato aprofundado das experiências em campo.

“Os resultados são muito positivos e o caderno aprofunda várias das nossas experiências de documentação de como foi a trajetória, como chegamos até aqui”, explicou.

Tássia Navarro
Ascom/MDA

Fonte :  MDA