.........

Demanda por potássio deve crescer 3% ao ano

.........

A demanda global por potássio poderá superar as expectativas preliminares de incremento de 3% ao ano se de fato vingarem as projeções de aceleração do crescimento da produção agrícola no mundo. Essa é uma das conclusões de um estudo do banco Rabobank sobre o cenário para o nutriente usado em fertilizantes até 2020. Nesse tabuleiro, a demanda da China deverá aumentar 4,3% ao ano e atingir 14 milhões de toneladas de potássio em um horizonte de oito anos.

Conforme o Rabobank, preços e margens elevadas têm atraído investimentos de vários novos "players" no mercado, e gigantes que já atuam no ramo, como a australiana BHP Billiton, a brasileira Vale e a anglo-australiana Rio Tinto, também têm realizado aportes no segmento. Mais de 60 novos projetos foram anunciados e a maioria já completou o estágio de desenvolvimento.

Brasil, China e Índia importaram perto de 18 milhões de toneladas de potássio em 2011, um aumento de 49% sobre 2001. A capacidade global de produção na temporada 2011/12 ficou em 78 milhões de toneladas, e a expectativa é que cresça 24,6% até 2020, para 97,2 milhões de toneladas.

O estudo também prevê a continuidade da forte influência dos consórcios de produtores de potássio Canpotex (empresas Potash, Mosaic e Agrium) e BPC (Belarussian Potash) no mercado.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2734732/demanda-por-potassio-deve-crescer-3-ao-ano#ixzz1zTLsl2nN

Fonte: Valor | Por Carine Ferreira | De São Paulo