DANILO UCHA – Para quanto irá sua conta de luz em 2016

Conta básica de luz de R$ 100,00 aumentará 7,71% no próximo ano

Conta básica de luz de R$ 100,00 aumentará 7,71% no próximo ano

Já se sabe que a energia elétrica vai ter mais um aumento, a partir de 1 de janeiro, porque o governador José Ivo Sartori aumentou a alíquota do ICMS incidente sobre o setor, mas poucos fizeram a conta de quanto vai ficar. A AES Sul fez isso para os consumidores residenciais. Uma conta atual de R$ 100,00 mensais, colocando-se a alíquota do ICMS de 30%, irá para R$ 107,71 por mês. As alíquotas são variáveis: residencial até 50 KW não teve mudança, ficará em 12%; residencial acima de 50 KW, de 25% para 30%; comercial, de 25% para 30%; industrial, de 17% para 18%; e rural, não teve mudança, permanece em 12%. A tarifa não muda, o que muda é o valor da conta, porque o ICMS é cobrado sobre o consumo.

Espumante premium

A vinícola Perini lançou o Casa Perini Premium, em garrafa de 1,5 litro, para marcar os 18 anos desta linha de espumantes. O vinho passou 18 meses nos tanques de fermentação. Foram produzidas apenas 2.939 garrafas a serem vendidas por R$ 150,00 cada.

CPF na nota

Por que muitos contribuintes dizem não quando o caixa do supermercado ou de qualquer loja pergunta se quer colocar o CPF na nota. Porque acham que, em tempos de fraudes, um sistema armazenar o número do CPF e o número do cartão de crédito representa um grande risco. Será?

Missão a Nova Iorque

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Porto Alegre está fechando a missão que irá a Nova Iorque, na segunda quinzena de janeiro, participar da NRF Big Show, a maior feira mundial do varejo. O objetivo é descobrir como os norte-americanos superaram a crise econômico-financeira que começou em 2008. Serão, no máximo, 30 pessoas. A viagem começará dia 14 de janeiro.

Gboex

O Gboex está oferecendo a seus associados uma rede de convênios com mais de 5 mil opções de produtos e serviços com descontos entre 5% e 50%. Há, também, hotéis, pousadas e agências de viagens.

A questão dos portos

A Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABTP) estranha a falta de interesse do governo do Rio Grande do Sul em incluir áreas de portos gaúchos em Rio Grande, São José do Norte e Porto Alegre nos leilões do Programa de Investimento em Logística (PIL 2) da Secretaria Especial de Portos (SEP). "O Estado tem que ser mais proativo se quiser realmente alavancar o uso do transporte por água para reduzir o custo de sua logística", diz Wilen Manteli, presidente da ABTP. Ele elogiou os leilões de três áreas portuárias em Santos, realizados na semana passada, cujos vencedores foram grandes grupos ligados ao agronegócio.

Energia solar

O Sicredi criou novo produto financeiro para facilitar o acesso à geração de energia elétrica pelo sol. É um incentivo para que os associados invistam em energia renovável. Para contratar a solução de crédito, o associado deve apresentar o orçamento do empreendimento na sua unidade de atendimento.

Alívio

Enfim, os arrozeiros deram um suspiro. A retirada da bandeira tarifária vermelha para o setor, determinada pela presidente Dilma Rousseff, representa uma redução de 23% no valor da conta, segundo a Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz).

JONATHAN HECKLER/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio