DANILO UCHA – Inovação para aumentar a venda de cimento

Alisson Vitor Forti da Silva, gerente da Votorantim Cimentos

Alisson Vitor Forti da Silva, gerente da Votorantim Cimentos

A Votorantim Cimentos, que detém 60% do mercado no Sul, com fábricas no Rio Grande do Sul (Esteio e Pinheiro Machado), Santa Catarina e Paraná e presença em 13 países, está lançando uma campanha apresentada como "a maior inovação em 83 anos de história da companhia". Depois de um ano de pesquisas, com mais de 400 profissionais da construção e varejistas, foram refeitos produtos e modificadas formulações em busca de um cimento para cada tipo de obra, segundo Alisson Vitor Forti da Silva, gerente comercial da Regional Sul, que esteve, ontem, em Porto Alegre, para falar sobre as inovações que visam facilitar a vida do consumidor, do varejista e do profissional da construção. Os novos produtos são cimento para: obras estruturais, todas as obras, obras básicas, obras especiais e obras em meios agressivos. O objetivo é aumentar as vendas no mercado de pequenos usuários, responsáveis, já, por 55% do consumo de cimento fabricado pela empresa. Os grandes consumidores, diante da crise econômica, diminuíram em 10% suas compras e a perspectiva é de nova queda em 2016.

BMW Group Brasil

O grupo Iesa passou a trabalhar, em Novo Hamburgo, com foco na operação de vendas e pós-vendas das marcas BMW e BMW Motorrad. A concessionária está localizada na rodovia BR-116, 505.

Cachoeira dos Degolados

Outro dos benefícios da hidrelétrica Cazuza Ferreira, inaugurada, na semana passada, em São Francisco de Paula, além do fornecimento de energia elétrica para mais de 30 mil pessoas, foi a abertura da possibilidade de apreciar a Cachoeira dos Degolados, com 87 metros de queda livre, até então inacessível. Ela tem este nome em função das degolas ocorridas no período da Revolução Farroupilha (1835-1845). A obra é da cooperativa Certel, que aproveitou o momento para comemorar seus 60 anos.

Eventos

A Associação Brasileira das Empresas de Eventos participará do 33º Congreso de la Federación de Entidades Organizadoras de Congresos Y Afines de America Latina, que será realizado de 2 a 4 de março, em Guadalajara, no México. A última edição, realizada em 2015 no Brasil, contou com a presença de 385 congressistas de 20 países diferentes, 84 expositores, 70 jornalistas e 14 membros da. A Abeco, que tem sede em Porto Alegre, será representada por sua presidente Ana Cláudia Bitencourt.

Naufrágio da educação

Centenas de escolas universidades, faculdades e cursos especiais estão passando por dificuldades financeiras com os atrasos ou suspensão de pagamentos de programas educacionais do governo federal. Elas cresceram, construíram prédios e contrataram professores, acreditando nos programas oficiais e, agora, não tem como pagar os investimentos feitos. É o caso do Fies, cuja redução de contratos obrigou as instituições de Ensino Superior a buscar alternativas. A Estácio, por exemplo, criou uma linha de financiamento, sem juros, para seus graduandos. Os juros são subsidiados pela faculdade, que também possibilita que o aluno fique seis meses sem pagar mensalidade em caso de perda de emprego, sem cobrança adicional por isso. Em tempos de crise, a iniciativa privada busca opções para fazer o que o governo deixa de fazer.

Inadimplentes IPTU

A CDL Esteio e a prefeitura firmaram convênio através do qual o órgão público passa a utilizar o serviço do SCPC. O principal objetivo é cobrar os inadimplentes com o IPTU. Esteio é o quinto município do Rio Grande do Sul a buscar esta forma de solução para a cobrança, o que já é praticado em Santa Maria, São Pedro do Sul, Santo Ângelo e Horizontina.

Escalada tributária

O setor agropecuário brasileiro ainda não está tranquilo com os desmentidos oficiais sobre uma possível escalada tributária em suas atividades. Teme o que chama "mau exemplo" de Goiás, que taxou exportações de milho e soja.

Puxaram a tomada

O diretor financeiro da CGTEE, Clóvis Ilgenfritz, foi substituído, ontem, por Celso de Oliveira Sant’Anna, vindo de Furnas; e o diretor técnico Luiz Henrique de Freitas Schnor deixou seu cargo para Ricardo Luiz de Souza Lacks, do Ministério de Minas e Energia.

Mais queda

Os fabricantes de bens de capital mecânicos do País registraram queda do seu faturamento de 24,2% em janeiro em relação a dezembro passado e de 35% na comparação com igual período de 2015. O resultado mostra não só o baixo nível de investimento do mercado doméstico que, nos últimos 12 meses, recuou 55,9%, mas também a falta de dinamismo do setor no mercado externo, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Carlos Pastoriza, que falou em São Paulo.

Cachaça-Tequila

O Brasil e o México fizeram acordo reconhecendo as denominações de origem Cachaça e Tequila. O documento protege os dois produtos contra concorrência desleal. A cachaça vendida no México só poderá levar no rótulo tal designação se for brasileira. O mesmo valerá para a tequila no Brasil.

VOTORAN/DIVULGAÇÃO/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do comércio