DANILO UCHA – Braskem dá o exemplo e movimenta hidrovia

Navio carregando produtos químicos da Braskem para o porto de Rio Grande

Navio carregando produtos químicos da Braskem para o porto de Rio Grande

A Braskem registrou, em 2015, um recorde na movimentação de petroquímicos básicos como eteno, butadieno, solventes e matérias-primas entre o Terminal Santa Clara, localizado próximo ao Polo Petroquímico de Triunfo, e o porto do Rio Grande, tendo o rio Jacuí e a Lagoa dos Patos como rota principal. Foram transportadas por esta via mais de 750 mil toneladas de carga, o que representa mais de 20 mil caminhões fora da estrada no ano que passou. O último recorde, registrado em 2014, foi de 720 mil toneladas. O transporte foi realizado por barcaças e navios de bandeira estrangeira que fazem operações exclusivas para a Braskem. O terminal da empresa em Rio Grande recebeu, em 2015, mais de 450 atracações, outro recorde registrado neste ano. "Esse resultado se deve ao incremento das exportações, especialmente de eteno 60 mil toneladas , que registrou um aumento de cinco vezes ao normalmente exportado", afirma João Batista Dias, responsável pela área de Logística da área de Petroquímicos Básicos da Braskem no Rio Grande do Sul. A movimentação no volume de resinas plásticas também foi expressiva no período. Em 2015, 1,344 milhão de toneladas foram enviadas para todo o Brasil e outras 550,5 mil toneladas para o mercado internacional. Nesse caso, os modais utilizados foram o rodoviário, cabotagem e marítimo.

RGE

A concessionária de eletricidade RGE investiu mais de R$ 24 milhões na região de Vacaria em 2015. Foram R$ 2,5 milhões no fortalecimento do sistema elétrico e R$ 22,5 na construção de nova linha de transmissão.

Crise

A crise econômico-financeira brasileira, a maior dos últimos anos, está atingindo também as entidades empresariais-sindicais. Como elas dependem, basicamente, do faturamento das empresas, estão ficando sem dinheiro, pois a queda de faturamento representa queda de arrecadação para elas. Já há demissões em entidades gaúchas do setor.

Racon

A Racon Consórcios, do Grupo Randon, chegou a 142 unidades no Brasil. A expectativa da administradora é crescer 13% em novos pontos de venda na região Sul.

Crioulo

O cavalo crioulo continua em alta. O leilão Mancha Crioula, na quinta-feira passada, em Esteio, faturou R$ 790 mil.

Ilegra

Única representante do Rio Grande do Sul no movimento 100 Open Startups que objetiva conectar grandes empresas e investidores a projetos inovadores e uma das mais engajadas no contato e interesse em novos negócios, a Ilegra está mostrando em seu estande óculos de realidade virtual e degustação às cegas de outras tecnologias. A empresa gaúcha, com sedes também em São Paulo e Estados Unidos, trabalha para trazer o movimento 100 Open a Porto Alegre, que poderá ser uma das Capitais da Inovação ainda em 2016.

Agrishow 2016

Os organizadores da grande feira de máquinas e implementos agrícolas Agrishow divulgaram a data da 23ª edição. Entre os dias 25 e 29 de abril, em Ribeirão Preto (SP), com cerca de 800 marcas em exposição e 160 mil visitantes em uma área de 440 mil metros quadrados. A organização é da Informa Exhition para a Abag (Associação Brasileira do Agronegócio), Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), Anda (Associação Nacional para Difusão de Adubos), Faesp (Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo) e SRB (Sociedade Rural Brasileira).

Novidade hoteleira

A Hard Rock International Hotels anunciou sua entrada na América do Sul, com a instalação de hotéis, primeiro no Brasil (Brasília; Caldas Novas, em Goiás; e Itapema, em Santa Catarina), segundo seu vice-presidente de desenvolvimento global de hotéis, Marco Roca. O hotel de Brasília terá 400 quartos; o de Caldas Novas, 303; e o de Itapema, 175. Em Itapema, a rede norte-americana compraria o Plaza Itapema Resort & SPA, hoje administrado pela Rede Plaza de Porto Alegre.

CLAUDIO FACHEL

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio