DANILO UCHA – Aumento do aço aumentará crise na indústria

Fonseca diz que reajuste do aço paralisará indústria

Fonseca diz que reajuste do aço paralisará indústria

O segmento metalmecânico de Caxias do Sul também está apreensivo com a informação de que o governo federal estuda elevar o imposto de importação para o aço. A justificativa para aumento da alíquota, explica o governo, é o de defender a indústria siderúrgica nacional. O fechamento de unidades da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e Usiminas, os balanços ruins das empresas do setor e as demissões são usados como justificativas para a medida. O principal objetivo é barrar a entrada do aço chinês, que representa hoje mais de 50% das importações brasileiras de produtos siderúrgicos. O problema é que a medida significará aumento do preço do aço no mercado nacional. O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul posicionou-se contra a medida. O presidente da entidade, Getúlio Fonseca, diz que seriam atingidas diretamente 3.400 empresas do setor metalmecânico, responsáveis por 66 mil postos de trabalho em Caxias do Sul e outros 16 municípios da região, as quais já enfentam sérios probelams com a crise econômico-financeira que atinge o País.

Gramado

Novo empreendimento de entretenimento será inaugurado, amanhã, em Gramado: o Boreal Gastro Pub. Oferecerá cardápios diferenciados, com excelente carta de bebidas, num ambiente que remete ao Polo Norte. Fica no Centro, na avenida Borges de Medeiros.

Esteio

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Esteio elegeu novo presidente, Longuinho Muzykant, para o biênio 2016-2017. Substituiu a advogada tributarista Alice Grecchi. Mariz Luiza Stork foi eleita vice-presidente de Comunicação e Marketing.

Espumantes

Espumantes brasileiros foram premiados por mais de 100 degustadores, na França, durante o concurso mundial Effervescents du Monde. Ponto Nero Brut, do Domno Brasil, foi considerado o Melhor Espumante Top 10. Depois, ganharam Medalha de Ouro Aliança Moscatel, Salton Poética Rosé e Punto Nero Brut. Receberam Medalha de Prata Aracuri Brut Rosé, Aurora Brut, Aurora Procedências Chardonnay Brut, Dal Pizzol Brut Rosé, Garibaldi Moscatel e Ponto Nero Rosé de Noir Brut.

Apoio ao vinho

O Sebrae-RS organizou uma comitiva de vitivinicultores gaúchos para conhecer o Vale do São Francisco, onde existem vinícolas em Petrolina e Lagoa Grande, em Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia. Foi a primeira missão técnica do projeto Qualificar a Vitivinicultura.

América Latina

Empresários brasileiros, inclusive da Fiergs, encaram com satisfação os resultados das eleições na Argentina e na Venezuela. O empresário Paulo Vellinho, ex-presidente da entidade, diz que "um dos efeitos positivos, com certeza, será o enfraquecimento do Foro de São Paulo (FSP), que se propõe socializar a América Latina, pois os demais países-parceiros afora o Brasil não têm estrutura para mantê-lo vivo". No caso da Argentina, observa que o país tem problemas econômicos sérios, mas a população apoiará as medidas de ajuste necessárias para a recuperação da economia. "Isto será bom não só para os argentinos, mas também para o Brasil, revigorando o intercâmbio bilateral." A vitória de Macri, segundo Vellinho, mostra que os argentinos saíram na frente do Brasil no abandono da política equivocada que pauta os governos vinculados ao FSP, que é um dos fatores responsáveis pelo atual descalabro existente na economia brasileira, caracterizado por queda continuada do PIB, inflação e desemprego em alta e drástica retração dos níveis de consumo e dos investimentos. Heitor José Müller, presidente da Fiergs, gostou da promessa de Macri de revitalizar o Mercosul.

A encrenca é grande

O Brasil vive a maior e mais longa recessão econômica dos últimos 20 anos, e a tendência não é de melhoria no curto prazo. A opinião é do presidente da Fiergs, Heitor José Müller, manifestada ontem no almoço de fim de ano com a imprensa. De forma franca, disse que "a encrenca é muito grande". Além do problema econômico-financeiro, "a crise política está comprometendo toda a sociedade brasileira", concluiu.

SIMECS/DIVULGAÇÃO/JC

Painel Econômico
DANILO UCHA
Painel Econômico

Fonte : Jornal do Comércio