.........

Crise chinesa preocupa produtores de soja que exportam para o país

.........

 

China tem sinalizado corte nas compras nos últimos dias.
Cenário ocorre bem na época de preparação para um novo plantio.

O Brasil colheu, este ano, uma safra recorde de grãos e a soja é o carro-chefe, tanto em produção como em exportação.

saiba mais

  • O problema é que boa parte das nossas vendas vai para a China, que tem sinalizado, nos últimos dias, um corte nas compras, bem na época em que os agricultores se preparam para um novo plantio.

Quem explica o cenário e os riscos para os agricultores brasileiros é Dilvo Grolli, presidente da Cooperativa Agroindustrial de Cascavel/PR.

Os produtores acreditam que não vão sofrer tanto com a incerteza econômica da China porque mesmo com problemas financeiros, os chineses devem continuar comprando muita soja brasileira.

A China necessita de muita soja, o país produz 12 milhões de toneladas e consome 90 milhões de toneladas, então há um déficit muito grande e eles têm que importar entre 75 e 80 milhões de toneladas de soja, onde o maior fornecedor é o Brasil.

Não vejo problema maior quanto às compras porque eles têm necessidade, então o agricultor brasileiro está em uma situação tranquila, por enquanto.

Sobre a alta do dólar, ela tem um lado bom porque aumenta os lucros para o produtor de soja. Por exmeplo, para cada US$ 4 exportados, nós compramos US$ 1 de insumo, então toda a alta tem reflexo positivo para a agricultura brasileira e para o produtor de soja, em especial.

Anna Flávia NunesCascavel, PR

Fonte : Globo