.........

Crescimento no próximo ano deve ser puxado por um PIB agropecuário 8,4% maior

.........

Agropecuária deverá ajudar economia gaúcha a voltar a crescer em 2015 Diogo Sallaberry/Agencia RBS

Produção de soja deve alcançar nova produção recorde em 2015Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A recuperação do setor agropecuário deverá ajudar a economia gaúcha a voltar a crescer em 2015. Com estimativa que o Produto Interno Bruto (PIB) feche perto de zero neste ano, o desempenho da economia gaúcha em 2015 deverá ser 1,2% maior, conforme projeção divulgada nesta quinta-feira pela Federação da Agricultura no Rio Grande do Sul (Farsul). A retomada do crescimento no próximo ano deve ser puxada por um PIB agropecuário 8,4% maior. Em 2014, a queda esperada para o setor primário é de 2,3%, provocada pelo exesso de umidade nas lavouras de trigo.

O carro chefe da agropecuária gaúcha em 2015 continuará sendo a soja, que deverá alcançar nova produção recorde. Conforme estimativa da Farsul, com base em dados do IBGE, a safra do grão irá superar 14 milhões de toneladas, resultado 7% maior do que neste ano. O crescimento da safra da oleaginosa será puxado especialmente pelo aumento da área plantada, que alcançará pela primeira vez 5 milhões de hectares (3,3%).

Leia todas as notícias do Campo e Lavoura

Apesar das perpectivas favoráveis, o aumento dos custos de produção deverá reduzir os ganhos dos agricultores.

— Teremos uma safra mais cara em 2015 em razão do aumento dos custos de produção, mas, de uma maneira geral, o cenário é favorável para a recuperação — afirmou Antônio da Luz, economista-chefe da Farsul.

Conforme o presidente da entidade, Carlos Sperotto, o ano de 2015 deve ser de recuperação da produção e dos preços.

— Não significa que a renda irá aumentar, pois os custos também estão aumentando. Vamos precisar de ventos favoráveis — disse Sperotto, acrescentando que as bandeiras do setor no próximo ano serão o aumento do seguro rural e maior segurança jurídica das própriedades rurais.

Fonte: Zero Hora

por Joana Colussi

11/12/2014 | 12h53