.........

Crescem os embarques de grãos no ‘Arco Norte’

.........

A Cofco International é uma das tradings de grãos que têm alimentado a expansão das exportações pelos portos do chamado Arco Norte, que recebeu investimentos bilionários dessas empresas em logística nos últimos anos. Como não conta com estrutura própria na região, a empresa é cliente do terminal da Hidrovias do Brasil em Barcarena, no Pará, e por lá movimenta volumes de soja e milho menores apenas que em Santos (SP) e Paranaguá (PR).

Segundo informações do Ministério da Agricultura, no total os portos localizados no Arco Norte – Itacoatiara e Itaqui, no Maranhão, Santarém e Barcarena, no Pará, e Salvador, na Bahia – foram responsáveis pelo escoamento de 15,3 milhões de toneladas de soja e milho ao exterior entre janeiro e julho deste ano e já respondem por 24% dos embarques nacionais totais desses produtos.

No período, a liderança das exportações brasileira desses grãos permaneceu com Santos. Segundo o ministério, pelo porto do litoral paulista foram escoadas 21,4 milhões de toneladas, e o volume anual deverá chegar a 37 milhões de toneladas. No porto de Paranaguá, o volume de soja e milho destinado ao exterior atingiu 11,8 milhões de toneladas, e no porto gaúcho de Rio Grande o total foi de 8,6 milhões de toneladas.

Por Fernando Lopes | De São Paulo

Fonte : Valor