Cooperativas antecipam distribuição dos lucros do ano aos agricultores

Cooperativa de Campo Mourão (PR) foi uma das primeiras a pagar. Faturamento de cooperativas do estado deve ser recorde: R$ 56, 5 bi.

Chegou um momento muito esperado pelos agricultores filiados a cooperativas. É época de receber as sobras de final de ano. Uma cooperativa de Campo Mourão, no Paraná, foi uma das primeiras a fazer o pagamento.
As cooperativas do Paraná devem fechar o ano com faturamento recorde R$ 56, 5 bilhões, crescimento de 13% em relação ao ano passado. Grande parte da arrecadação está atrelada a elevação do dólar. A Coamo, por exemplo, exportou mais de 3 milhões de toneladas de grãos e farelo de soja para Estados Unidos, Europa e Ásia.
 

+ DE GLOBO RURAL
Siga o programa nas redes sociais
facebook.com/globoruraltv
twitter.com/globorural
“Tanto a agricultura, quanto a pecuária estão vivendo um momento bom de preço, com boas safras. Vendemos milho para os EUA e plena safra deles”, comenta Aroldo Galassini, presidente da Coamo
Mesmo em ano de crise, a cooperativa deve bater um recorde: serão 10 bilhões de faturamento, um crescimento de 17%. E se os lucros crescem na produção, eles são refletidos diretamente no campo. Neste ano, o adiantamento das sobras repassadas aos produtores foi de R$ 97 milhões, 25% a mais do que no ano passado.
O décimo terceiro dos agricultores, como é chamado, faz diferença no final do ano e garante mesa farta para o Natal. “A gente sempre usa essa sobra antecipada para fazer um Natal melhor com a família”, conta Jaime Neitzke, agricultor. Para Jaime, as sobras já garantiram mais do que boas festas. Ele investiu em novas máquinas para o trabalho no campo.
Outras grandes cooperativas do Paraná também começam a pagar a primeira parcela das sobras nesse mês.

Gesli Franco
Campo Mourão, PR

Fonte : Globo