Controle da gaúcha VRS poderá ser transferido

A VRS Indústria de Laticínios, de Estrela (RS), uma das envolvidas no esquema de adulteração de leite cru com água, ureia e formol flagrado em maio pela operação "Leite Compen$ado" do Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul e do Ministério da Agricultura, firmou protocolo de intenções para transferência do controle acionário com um "grupo de empresários" da região. A informação foi divulgada ontem por intermédio de nota distribuída pela empresa.

Em comunicado, Rui e Valdir Sulzbach, sócios da VRS, afirmam que decidiram encerrar os "processos societários existentes entre eles" e estão negociando a venda das operações para permitir a "viabilização da recuperação judicial da empresa" e o pagamento dos credores. A nota informa, ainda, que os futuros controladores deverão garantir os recursos e as condições necessárias para a retomada das atividades da indústria "no menor prazo possível".

Dona da marca Latvida, a VRS está interditada desde o dia 21 de agosto pela Secretaria da Agricultura do Estado, que verificou que a empresa estava envasando leite UHT e produzindo creme de leite à noite, sem acompanhamento de inspeção sanitária. Na época, a indústria estava sob regime especial de fiscalização depois de já ter as atividades suspensas entre abril e junho e, por isso, a secretaria está avaliando a cassação definitiva do registro da empresa.

Conforme o MPE, as condições de higiene verificadas pelos fiscais no local em agosto eram "péssimas". Na ocasião ainda foram encontradas mais de mil caixas de leite UHT com prazo de validade vencido, esvaziadas recentemente. Na semana passada, o Ministério Público também obteve liminar na Justiça determinando que a VRS adote diversas medidas de controle de qualidade caso seja autorizada a operar novamente. A empresa processava de 4 milhões a 6 milhões de litros por mês e envasava ainda leite com as marcas Hollmann, Só Milk, Goolac e Leite da Manhã.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3273542/controle-da-gaucha-vrs-podera-ser-transferido#ixzz2fFMgjXsH

Fonte: Valor | Por Sérgio Ruck Bueno | De Porto Alegre