.........

Controladores venderam 0,17% do capital total da JBS em maio

.........

Os acionistas controladores da JBS venderam mais ações da empresa em maio, sendo uma parcela de R$ 45 milhões ainda antes da divulgação da delação premiada deles próprios à Procuradoria-Geral da República, que ocorreu na noite do dia 17. Um lote que rendeu R$ 9,95 milhões foi vendido no dia 16 e outro maior, que gerou R$ 35,11 milhões, no próprio dia 17. Nos dois dias, venderam 0,17% do capital.

Já se sabia que os controladores tinham vendido 1,16% do capital da empresa em abril, por R$ 328 milhões. As informações sobre os negócios de maio foram divulgadas em documentos enviados pela JBS à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no sábado. Em conjunto com a Polícia Federal, a CVM investiga se houve uso de informação privilegiada nessas operações. Os órgãos também apuram se a JBS, como empresa, praticou irregularidade semelhante ao comprar dólar no mercado futuro em maio. A CVM e a PF também analisam se as vendas de ações dos controladores foram combinadas com um programa de recompra de ações conduzido pela JBS.

A J&F, holding dos irmãos Joesley e Wesley Batista que controla a JBS, tem negado qualquer ilegalidade em negócios com ações ou dólar. Por terem vendido os papéis da JBS antes do efeito negativo que a delação teve sobre os preços na bolsa, os controladores evitaram perda de R$ 97 milhões com as vendas de ações feitas em abril, e de mais R$ 11 milhões com as transações pré-delação do mês de maio.

valor.com.br

Confira a íntegra da matéria sobre a venda das ações da JBS em www.valor.com.br/u/5000484

 

Por Fernando Torres | De São Paulo

Fonte : Valor