.........

Consultoria eleva aposta para produção e exportação de milho do Brasil

.........

Colheita do produto está avançando nas principais regiões produtoras do cereal no Brasil. (Foto: Ernesto de Souza/ Editora Globo)
A consultoria INTL FCStone revisou para cima sua estimativa para a produção brasileira de milho nesta quarta-feira (05/08). Segundo a empresa, a colheita irá somar 84 milhões de toneladas, 770 mil toneladas acima do volume projetado no mês passado (83,23 milhões de toneladas). O ajuste é reflexo de uma expectativa de maior área plantada e produtividade na segunda safra do cereal, cultivada no inverno, que está em fase de colheita na principal região produtora do Brasil. O número para a produção de verão foi mantido em 30,85 milhões de toneladas. Já a colheita durante a estação mais fria será de 53,15 milhões de toneladas, contra 52,3 milhões de toneladas estimados em julho.

O último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indica que o país vai produzir um total de 80,78 milhões de toneladas, contra 75,52 milhões colhidos no ciclo anterior.

Exportação
Além de elevar a previsão para oferta total de milho, a consultoria também aposta que as vendas externas do país vão ficar próximas do recorde atingido na temporada 2012/2013, quando foram exportadas 26 milhões de toneladas.  A expectativa está sustentada na valorização do dólar, que deve tornar o produto brasileiro mais competitivo no exterior, afirma a empresa em nota. “Contudo, mesmo que se alcance essa estimativa de exportações, os estoques devem ficar bastante elevados, em 14,29 milhões de toneladas”, resume Ana Luiza Lodi, analista responsável pelo levantamento.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Revista Globo Rural