.........

Conab vislumbra novos recordes no Brasil

.........

Ainda que todas as projeções, públicas e privadas, apontem para uma temporada de margens mais apertadas na safra 2014/15, a área plantada de soja deverá crescer 5% em relação ao ciclo 2013/14 e alcançar o recorde de 31,62 milhões de hectares no Brasil, segundo estudo divulgado ontem em Brasília pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). E, se o clima ajudar, a colheita também tende a ser a maior da história – 94,86 milhões de toneladas, 10% a mais do que no ciclo passado e quase 1 milhão a mais que o volume previsto pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Essas e outras projeções constam do estudo "Perspectivas para a Agropecuária – Safra 2014/2015", apresentado por técnicos do órgão em evento fechado em Brasília. O documento não apresenta estimativas para a produção total de grãos do país na nova temporada – que, estima-se no mercado poderá superar a marca 200 milhões de toneladas. O primeiro levantamento da Conab que trará esse total será divulgado em outubro.

O estudo divulgado também confirma projeções privadas e indica uma queda da colheita brasileira de milho. O volume previsto é de 74,9 milhões de toneladas, 8,5% menos que em 2013/14. No caso do cereal, a autarquia estima que, entre este mês e agosto de 2015, os preços da saca de 60 quilos no mercado do Paraná, por exemplo, vão oscilar de R$ 16 a R$ 19; em Sorriso, importante polo de Mato Grosso, o intervalo poderá ser de R$ 8,9 e R$ 12,8. "Tendo em vista a baixa rentabilidade do grão [milho] e a pouca possibilidade de recuperação dos preços domésticos, um novo incremento em área na 2ª safra de milho pode não ser uma situação recomendável", diz o estudo.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3692474/conab-vislumbra-novos-recordes-no-brasil#ixzz3D6fFpGO2

Fonte: Valor | Por Cristiano Zaia | De Brasília