.........

Conab estima safra de soja do Brasil em recorde de 110,2 mi t

.........

SÃO PAULO (Reuters) – Pela primeira vez na história a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou uma safra do soja do Brasil acima da marca de 110 milhões de toneladas, segundo relatório divulgado nesta terça-feira.

A projeção ficou em 110,2 milhões de toneladas da oleaginosa na atual temporada 2016/17, que está na fase final da colheita, ante uma estimativa de 107,6 milhões de toneladas em março.

O relatório elevou as previsões de produtividade para importantes Estados produtores, como Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul e Goiás, onde o clima foi bastante favorável ao longo de toda a safra.

Para o Rio Grande do Sul, por exemplo, onde a colheita está em fase final, a Conab elevou a estimativa de safra para 17,5 milhões de toneladas, ante 16,4 milhões no relatório passado.

"Condições climáticas favoráveis, com boa distribuição das chuvas, associada a fatores tecnológicos como o avanço genético na resistência a pragas e doenças, juntamente com o esforço dos produtores em fazer os tratamentos preventivos, deverão determinar um aumento na produtividade média, além de garantir ótima qualidade do grão colhido", disseram os técnicos da Conab sobre a produção gaúcha.

Em Mato Grosso, a estimativa de colheita foi elevada em 560 mil toneladas e em Goiás em quase 600 mil toneladas.

A Conab elevou também sua previsão para exportações do grão nesta temporada, para 61 milhões de toneladas, ante 59,1 milhões do relatório anterior.

"É esperado que, para os próximos meses, estas exportações devam progredir, fechando o ano com o valor de 61 milhões de toneladas. Mas para que isso ocorra, as exportações necessitam aumentar bastante em relação aos valores exportados em 2015 e 2016, e permanecer alta até no mínimo em setembro de 2017, data do início da colheita de soja norte-americana", destacou a Conab.

Em 2015/16, o Brasil colheu 95,4 milhões de toneladas de soja, frustrando expectativas iniciais devido a chuvas irregulares ao longo da temporada.

MILHO

Para a segunda safra de milho, que está sendo cultivada atualmente, a Conab elevou o cálculo de área plantada para 11,52 milhões de hectares, ante 11,25 milhões no relatório anterior, melhorando também, ligeiramente, a projeção de produtividades.

Com isso, a colheita da chamada "safrinha" de milho deverá alcançar um recorde de 61,6 milhões de toneladas, ante 59,7 milhões no relatório de março e 40,8 milhões na temporada passada.

A safra de milho de verão 2016/17 foi calculada em 29,8 milhões de toneladas, ante 29,3 milhões no relatório anterior e 25,8 milhões em 2015/16.

No total, a safra nacional de milho deverá atingir recorde de 91,5 milhões de toneladas, ante 88,97 milhões no relatório anterior e 66,5 milhões de toneladas em 2015/16.

(Por Gustavo Bonato e Ana Mano)

Fonte :Reuters