.........

Conab ajusta estimativa para produção de milho no RS

.........

Mesmo com mudança, projeção de redução do grão ainda é significativa

Com o avanço da colheita _ segundo a Emater, 10% da área total _ o desenho da safra de milho do Rio Grande do Sul vai aparecendo.

Levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgado nesta quinta-feira revisou para cima a área e a produção do grão na safra 2017/2018. Anteriormente, projetava-se redução de 12% de área e de 15,5% do volume. Agora, a estimativa aponta recuo de 9,5% no espaço e de 13,1% na quantidade. Ainda assim, os 728,4 mil hectares são a menor área da história.

_ A Conab está olhando pelo retrovisor, são números de algum tempo atrás. Mantenho projeção de que a área encolha entre 15% e 20% _ diz Ricardo Meneghetti, presidente da Associação dos Produtores de Milho do Estado.

Segundo o superintendente interino da Conab no RS, José Bicca, os dados referem-se ao período de 17 de dezembro de 2017. Mesmo com o ajuste para cima, ele estima que a produção fique aquém da demanda:

_ Criadores de animais devem solicitar milho de outros Estados.

Sobre os efeitos da falta de chuva _ em algumas regiões, foram de 25 a 30 dias sem precipitações _, só serão conhecidos com o fim da colheita.

_ Haverá algum prejuízo. Mas a maior preocupação é com a área _ completa Meneghetti.

Fonte: Zero Hora | 12/01/2018 – 08h00minAtualizada em 12/01/2018 – 08h00min

GISELE LOEBLEIN