.........

Comissão debaterá em Natal segurança hídrica e gestão das águas

.........

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves é o maior reservatório de água do Rio Grande do Norte
Marcos Elias de Oliveira Júnior/Wikipedia/CC

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CRD) promoverá na sexta-feira da próxima semana (17) audiência pública em Natal para debater segurança hídrica e gestão das águas nas regiões Norte e Nordeste. O debate faz parte do plano de trabalho do colegiado, que neste ano analisa as políticas públicas ligadas ao tema.

O pedido de realização da audiência foi assinado pela presidente da comissão, Fátima Bezerra (PT-RN), e pela vice-presidente, Lídice da Mata (PSB-BA), além do senador Humberto Costa (PT-PE).

Segundo os senadores, apesar da riqueza hídrica do território brasileiro, “o mito da abundância das águas precisa ser superado e o tema da segurança hídrica, principalmente nas áreas que são afetas com grave escassez, tornou-se vital para as pessoas e para a economia num contexto de incertezas climáticas”. A situação requer “atenção destacada dos órgãos do governo e do Parlamento Brasileiro”.

Os senadores afirmam que a segurança hídrica não se trata apenas de construção de infraestrutura, mas também da gestão do uso da água das principais bacias hidrográficas de abastecimento da população. Nesse sentido, argumentam ser importante considerar a garantia de acesso à água pelas populações mais dispersas no território brasileiro e distantes das fontes hídricas.

A audiência pública será realizada às 14h, no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte.

Cultura

O colegiado também promoverá um debate em João Pessoa para a discussão de proposta pela proteção da cultura do forró. O requerimento da audiência pública é da senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

A audiência, marcada para às 9h, na Sala de Concerto Maestro José Siqueira do Espaço Cultural José Lins do Rego, fará parte da programação do Encontro Nacional de Forrozeiros que ocorre de 20 a 22 de novembro. O objetivo é discutir as formas de preservação dos ritmos tradicionais do forró. As inscrições para o evento são gratuitas.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Da Redação

Fonte : Agência Senado