.........

Com safra recorde e vendas em baixa, vinícolas do Rio Grande do Sul buscam solução para estoques elevados

.........

Estado processou em 2012 a segunda maior safra de uva da história

Guilherme Fadanelli | Flores da Cunha (RS)

Fernando Gomes

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Setor sofre com o aumento dos estoques de vinho

O setor vitivinícola do Rio Grande do Sul sofre com o aumento dos estoques de vinhos e derivados. O Estado processou em 2012 a segunda maior safra de uva da história, mas as vinícolas estão vendendo menos bebida.
Uma vinícola do município de Flores da Cunha, na região serrana do Estado, acumula seis milhões de litros de vinho de mesa nos estoques. Em 2011, nessa mesma época, eram três milhões. A produção é vendida a granel para engarrafadoras de São Paulo. O estoque elevado obrigou a empresa a alugar tanques em outras vinícolas.
— Em relação aos outros anos acredito que estejamos de 25% a 30% em volume de vendas menor do que no ano passado — afirma o diretor da vinícola José Venturini.
De acordo com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), as vinícolas gaúchas possuem 268 milhões de litros em estoque. Com o processamento da safra de uva deste ano, a projeção é fechar 2012 com 306 milhões de litros. O volume é o dobro do que é considerado normal pelo setor. Se o mercado continuar desaquecido, a tendência é que vinícolas deixem de receber a uva da próxima safra.
Uma saída seria o auxílio do governo federal com o pagamento de uma bonificação para quem exportar. Esse tipo de medida já foi utilizado em 2010 para solucionar o mesmo problema.
— Os prêmios de escoamento do governo federal poderiam de alguma forma diminuir os nossos estoques, o que daria a possibilidade de absorvermos a safra e pagarmos também a uva desse ano — afirma o presidente do Conselho do Ibravin, Alceu Dalle Molle.
O setor ainda aguarda uma posição do governo.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr