.........

Com oferta menor, preço do tomate de mesa registra alta de 50% em São Paulo

.........

Frio e chuva não deixaram a fruta amadurecer adequadamente

Júlio Prestes | Sumaré (SP)

Reprodução

Foto: Reprodução / Reprodução

Preços do tomate registraram alta em julho

O tomate de mesa está supervalorizado no mercado paulista. Os preços pagos ao produtor subiram mais de 50% em relação a junho. Um dos motivos da alta é a baixa oferta do fruto, prejudicada pela queda na produtividade causada por condições climáticas desfavoráveis.
O frio e a chuva não deixaram o tomate amadurecer adequadamente. Apesar da queda na produção, a alta nos valores pagos estão compensando produtores. O agricultor Gerson Stein, de Sumaré, tem vendido o melhor da produção por até R$ 80,00. Bom para ele, mas ruim para o consumidor final.
De acordo com o levantamento do Instituto de Economia Agrícola, a alta no preço do tomate de mesa foi de 53% se comparado com a primeira quinzena de junho. O produtor tem vendido a caixa com 22 kg por R$ 38,00. O preço varia muito dependendo da região de São Paulo e do tipo de produto.
Stein tem 18 mil pés em uma plantação um pouco mais tardia. Mesmo tendo colhido cerca de 30% menos, ele diz que os lucros de agora podem suprir os prejuízos de maio, quando o cenário era oposto.
Segundo o engenheiro agrônomo Marcos Razagnani, a alta nas cotações foi influenciada por produtores de outras regiões do país. Como em junho de 2011 os preços estavam baixos, muitos agricultores resolveram antecipar a colheita nesse ano, fato que derrubou o mercado. Na próxima safra é possível que a situação se inverta.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr