Com ampliação de unidade, Merial reforçará exportação

Claudio Belli/Valor
Carsten Hellmann, CEO global da Merial: "Não vemos o Brasil apenas como um mercado emergente interessante"

A Merial, divisão de saúde animal da farmacêutica francesa Sanofi, reforça sua estratégia para ter no Brasil uma plataforma global de exportações. Depois de investir R$ 55 milhões, a companhia veterinária inaugurou ontem a ampliação da fábrica que produz um parasiticida voltado à exportação.

"Não vemos o Brasil apenas como um mercado emergente interessante. O Brasil é parte do futuro global de Merial", afirmou ontem ao Valor o CEO global da companhia, o dinamarquês Carsten Hellmann, pouco antes da cerimônia que marcou a inauguração da fábrica, localizada no complexo industrial de Paulínia (SP). No local, a Merial também está investindo R$ 120 milhões na construção de uma nova fábrica de vacinas contra febre aftosa, conforme o Valor já informou.

Com capacidade triplicada para produzir 70 milhões de unidades por ano, a fábrica de parasiticidas mastigáveis para cães é a única que faz esse produto para a Merial em todo o mundo. Atualmente, a empresa, que fatura mais de € 2 bilhões por ano, conta com 17 unidades industriais em nove países.

Conforme Hellmann, a ampliação da unidade de Paulínia permitirá à Merial exportar o produto para mais de 100 países. Até então, disse ele, o parasiticida que foi lançado neste ano era exportado para os Estados Unidos e União Europeia.

"Foi um grande sucesso nos mercados americano e europeu e decidimos expandir a capacidade", afirmou o executivo. No futuro, o parasiticida também será vendido no Brasil. O produto aguarda licenciamento no Ministério da Agricultura, mas a exportação é o principal foco da Merial.

Também presente no evento de inauguração, o presidente da Merial no Brasil, Jorge Espanha, enfatizou a veia exportadora da companhia no país. Segundo ele, as exportações intercompanhia da Merial a partir do Brasil devem atingir R$ 300 milhões neste ano, ou 50% da receita total da empresa no país, o que faz da empresa a principal exportadora de produtos veterinários do Brasil.

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3706276/com-ampliacao-de-unidade-merial-reforcara-exportacao#ixzz3E9sM6Slo

Fonte: Valor | Por Luiz Henrique Mendes | De Paulínia (SP)