.........

Com a seca, produtores gaúchos podem garantir 59% do plantio de arroz

.........

SÃO PAULO – Os produtores do Rio Grande do Sul já deram início ao cultivo de arroz, agora, em setembro, mas o levantamento feito pela Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Fedearroz) não é nada otimista para a safra 2012/13. Segundo a entidade, os atuais níveis de rios e barragens permitem apenas 59% do plantio feito no período anterior, o 2010/11, quando foram cultivados 847 mil hectares.

Conforme a Fedearroz, o déficit hídrico é de 41,27%, o equivalente a 350 mil hectares. Os oito municípios mais atingidos estão nas regiões da campanha e do centro do Estado, que apresentam até o momento entre 20% e 30% da capacidade de irrigação das lavouras.

O presidente da Fedearroz, Renato Rocha, alerta que nestas condições a cultura do cereal ficará inviabilizada. “É preciso chover muito para recompor os mananciais para termos uma safra farta”, diz. Rocha reforça que há dois anos os produtores gaúchos têm sofrido as consequências com deficiência hídrica.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2830848/com-seca-produtores-gauchos-podem-garantir-59-do-plantio-de-arroz#ixzz26jMuT1jF

Fonte: Valor | Por Janice Kiss | Valor