.........

Colheita do arroz é aberta no RS com expectativa de queda de 15%

.........

Expectativa dos produtores para a safra é de 7,8 milhões de toneladas.
Largada oficial foi realizada em uma lavoura experimental de Alegrete.

A colheita do arroz do Rio Grande do Sul foi aberta oficialmente neste sábado (20) em Alegrete, na Fronteira Oeste, em meio ao pessimismo dos produtores, como mostra reportagem do RBS Notícias (veja no vídeo). A expectativa da safra é de 7,8 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 15% em relação aos 8,7 milhões colhidos no ano passado.

A largada oficial da colheita foi realizada em uma lavoura experimental, com a participação do vice-governador do estado, José Paulo Cairoli. Em seu discurso, ele afirmou que a alta nos preços deve atenuar o impacto da baixa na produção. "Quando se produz menos, o preço melhora, então o produtor acaba tendo esse valor compensado", disse.

saiba mais

O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul, Henrique Dornelles, também ressaltou a melhora no valor do produto. "Em função de uma oferta bem mais restrita, nós não temos aqueles estoques enormes que anteriormente sempre estavam derrubando os preços", explicou.

O clima castigou as lavouras gaúchas. Em setembro, a chuva atrasou o plantio e em dezembro, a cheia dos rios alagou as plantações. "No nosso caso, pega a beira do Rio Ibicuí, e eu não imaginava que pudesse subir tanto o rio. Foi a primeira vez que eu vi o rio nessa altura", disse o produtor rural Nestor Jardim.

Alguns produtores começaram o trabalho duas semanas antes da abertura oficial. Em todo o estado, 8,4 toneladas de arroz já foram colhidas, o que corresponde a 4% da área plantada.

A colheita que normalmente termina em abril deve se estender até maio. Apesar das perdas nas lavouras, o setor acredita que o preço para o consumidor não vai mudar muito. "Teremos arroz o suficiente, e provavelmente o preço final mexa muito, muito pouco", disse o presidente do Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), Guinter Frantz.

tópicos: