CMN prorroga o apoio a trigo de fora do Mercosul

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) confirmou em reunião realizada ontem a prorrogação por um mês da importação de trigo de fora do Mercosul sem a cobrança de 10% de Imposto de Importação. A medida foi proposta pelo Ministério da Fazenda e aceita por unanimidade.

O benefício, que permite a internalização de até 2 milhões de toneladas do produto sem o pagamento do tributo, se encerraria no fim deste mês. Agora, a alíquota zerada do imposto, limitada ao preenchimento da cota, valerá até 31 de agosto. A medida visa garantir o abastecimento do mercado brasileiro, tradicionalmente dependente de importações da Argentina, onde a oferta está escassa e o governo barrou as exportações, inclusive de farinha.

O Valor apurou que uma proposta de estender o benefício até o fim de outubro para as compras realizadas no Nordeste foi rejeitada durante a reunião.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3200704/cmn-prorroga-o-apoio-trigo-de-fora-do-mercosul#ixzz2ZJ0kYWhW

Fonte: Valor | Lucas Marchesini | De Brasília